Silas Malafaia fala sobre o aborto e faz duras críticas às feministas. (Veja o vídeo)

3 meses ago
cidagyn
194

O pastor Silas Malafaia publicou em suas redes sociais um vídeo que gravou sobre o assunto mais polêmico da atualidade: a gravidez de uma garota de apenas 10 anos que engravidou após sofrer abusos de seu tio em São Miguel, (ES). O homem foi detido na terça-feira (18) em Betim, (MG).

O vídeo de Malafaia de pouco mais de seis minutos aborda o tema aborto com base no que diz a lei e a ciência. O vídeo foi postado ontem no YouTube e já possui mais de 120 mil visualizações, com 23 mil likes e cerca de mil deslikes.

O pastor começou dizendo que fizeram o aborto em uma garota de 10 anos com mais de cinco meses de gravidez, fruto de um estupro. E ele não trabalha nesse assunto na base da emoção porque essas feministas do inferno, inescrupulosas, elas se utilizam da comoção emocional para tirar proveito de uma coisa horrorosa que é o aborto!.

O pastor falou que não falaria de teologia nem de Bíblia, mas sim de leis. Ele opinou ainda que o “desgraçado que comete um estupro tem que ser castrado”. Malafaia enfatizou que existe uma hierarquia de leis e que dentre elas a mais importante é o direito à vida.

O pastor afirmou que a vida é inviolável e o nascituro é protegido desde a concepção. Malafaia ainda citou o capítulo 4 da Convenção Americana de Direitos Humanos, que diz que toda pessoa tem o direito de que se respeite a sua vida. 

Malafaia critica a cultura da morte

O religioso disse que o estupro é uma coisa horrorosa, mas pior do que isso é seifar uma vida. 
“Como a cultura da morte tem dinheiro. Pagaram avião e levaram a garota para o Recife”, disse Malafaia. A menina, cuja identidade não foi revelada, faria aborto no Espírito Santo, mas o hospital se negou a fazer. Malafaia disse também que o bebê no útero não é prolongamento do corpo, mas um ser independente.


Fonte: https://www.tvprime.com.br/noticia/45214/celebridades/silas-malafaia-grava-forte-video-sobre-aborto-e-nao-se-segura-feministas-do-inferno-18082020

Publicidade


Author: cidagyn