Bolsonaro corta quase 60% da verba publicitária do governo a Globo.

1 mês ago
cidagyn
201

 A rede Globo foi a que mais sofreu prejuízo. Apesar da liderança em audiência, tendo média diária de público maior do que RecordTV e SBT juntos, a emissora carioca teve a participação reduzida de 39% para 16%, queda de quase 60% comparando entre 2018 (sob a gestão de Michel Temer) e 2019 (ano do primeiro mandato de Jair Bolsonaro).

No mesmo período, o investimento de publicidade oficial da Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência) na RecordTV subiu de 31% para 43% do valor aplicado. O SBT viu a verba aumentar de 30% para 41%. Os respectivos donos dessas TVs, Edir Macedo e Silvio Santos, são apoiadores de Bolsonaro. A Globo é, nas palavras de Bolsonaro, um “inimigo” na mídia.

De acordo com reportagem da Folha, a Secom afirma que a medição do Ibope não é o único critério para redefinir a verba orçamentária. A agência considerará as informações públicas e os custos de inserção de cada emissora. Desde que assumiu o Ministério dos Transportes, em junho, o marido da filha de Silvio Santos, Fábio Faria, tem trabalhado muito para melhorar o relacionamento do Bolsonaro com a Globo.

No entanto, as notícias do canal relacionadas ao governo relataram agudamente as críticas diretas ao presidente e seus filhos de legisladores, dificultando o cessar-fogo.

https://www.terra.com.br/amp/diversao/tv/blog-sala-de-tv/bolsonaro-corta-60-da-verba-publicitaria-do-governo-a-globo,c7ebc42e1776e5116ccaa1cbd4be24a1r48101h2.html

Publicidade


Author: cidagyn